Katrynne Barbosa

Quando Deus criou a mulher, ele trabalhou muito. Um anjo apareceu e Lhe perguntou: "Por que o Senhor está levando tanto tempo com isso?" E Deus respondeu: "Você viu minha lista de especificações para ela?" "Ela deve ser bem lavável, mas não toda como plástico. Ela deve ter mais de 200 partes móveis e ser capaz de fazer dieta de qualquer coisa, até mesmo de restos, ter um colo que possa carregar quatro crianças ao mesmo tempo, ter um beijo que possa curar tudo, desde um joelho esfolado até um coração partido, e fará tudo isso com apenas duas mãos." O anjo ficou pasmo com essas especificações. "Apenas duas mãos? Impossível! E este é apenas o molde? Muito trabalho para um dia. Espere até amanhã para completá-la." "Não, estou muito perto de terminá-la e ela já é minha favorita. Ela se cura sozinha quando está doente e pode trabalhar 18 horas por dia." O anjo chegou mais perto e tocou a mulher. "Mas, o Senhor a fez tão suave." "Ela é suave, mas Eu também a fiz forte. Você não tem ideia do que ela pode enfrentar e suportar." "Ela terá capacidade de pensar?" Perguntou o anjo. Deus respondeu: "Ela não apenas será capaz de pensar, mas também de ser rasoável e negociar." O anjo então percebeu algo e, procurando alcançar, tocou o rosto da mulher. "Senhor, parece que este modelo está com um vazamento. O Senhor não terá colocado coisas demais nela?" "Isso não é vazamento, é lágrima" "E para que serve a lágrima?" Perguntou o anjo. "A lágrima é uma forma de ela expressar seus anseios, seu pesar, suas decepções, sua solidão, sua tristeza e seu orgulho." Isso deixou o anjo impressionado. "O Senhor é um gênio. Pensou em tudo. A mulher é realmente maravilhosa!" "Sim, ela é. A mulher tem uma força que espanta o homem. Ela suporta dificuldades, aguenta cargas pesadas, mas tem alegria, amor e prazer. Ela sorri quando quer gritar; canta quando quer chorar. Chora quando está feliz e ri quando está nervosa. Ela briga pelo que acredita; enfrenta a injustiça. Não aceita "não" como resposta quando ela acredita que há uma solução melhor. Ela se priva de forma que não falte nada a sua família. Vai ao médico com uma amiga que esteja com medo de ir. Ama incondicionalmente. Ela chora quando seus filhos triumfam e comemora quando seus amigos ganham prêmios. Ela fica feliz quando sabe de um aniversário ou casamento. Seu coração se parte quando um amigo morre. Ela sofre a perda de um ser amado, mas é forte mesmo quando ela pensa que não há mais força. Ela sabe que um beijo e um abraço podem curar um coração machucado. No entanto, há um defeito na mulher: ela se esquece o quanto é valiosa."
Autor desconhecido
| edit post
Reações: 
0 Responses

Postar um comentário